Sol e Síntese

ee4d0b47dfcb9a2f42239e89bf2a2d32

Sofro de preguiça incalculada. Quando me afundo na quietude quero apenas ser, costurando nadas, flutuando no balanço da rede, tranquila e sem pressa à estrela que me aquece.

Estar viva é parar o relógio. Escorregar no próprio tempo. Escutar a criançada gritando loucamente, brindando uma alegria pura e inocente. Um brilho.

Respirar fundo o último tom de calor. Brincar de esquecer as obrigações, afinal, elas podem esperar. Eu, não. Não é todo dia que se para um momento.

Minha inércia nunca é estática.

Quero ficar solta na vida com luz de sol quente ardendo e cegando minha cara.

Me alimento de vitamina estrelada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s