Não sou Posto

fab

Na conveniência você se prende à superfície.

Navega ancorado sobre a borda salgada.

Mas eu sou profunda, sem posse, impermanente.

E percebo sua inconstância.

Mergulha na minha bagagem, maré alta de doce ventania

Ou dê a volta e abrace a própria margem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s